Para Ahmadineyad, há condições para relação com Venezuela

Presidente do Irã diz que 'cooperação entre países pode servir de modelo para as lutas antiimperialistas'

EFE,

05 de outubro de 2008 | 22h11

O presidente iraniano Mahmud Ahmadineyad qualificou de "boas" as condições para a ampliação das relações bilaterais entre o Irã e a Venezuela, neste domingo, 5. Veja também:Venezuela cria 'sistema financeiro próprio' com Irã e Rússia Segundo uma rede de TV iraniana, Ahmadineyad se reuniu esta tarde com o ministro do Exterior da Venezuela, Nicolás Maduro, em Teerã, onde a autoridade venezuelana chegou em visita relâmpago de apenas um dia, pouco anunciada pela mídia local. O mandatário iraniano disse que os acontecimentos no mundo preparam o terreno para a cooperação entre a República Islâmica do Irã e a Venezuela. "Hoje precisamos tomar grandes decisões para ampliar as relações bilaterais e internacionais", afirmou Ahmadineyad em sua reunião com o chefe da diplomacia venezuelana. Mesmo assim, o mandatário iraniano afirmou que novos acontecimentos no mundo estão por vir e "vão mudar as condições a favor dos países seguidores da Justiça". Ahmadineyad acrescentou que "a cooperação entre Irã e Venezuela pode servir de modelo para as lutas antiimperialistas". Ao descrever o processo dos acordos bilaterais entre Irã e Venezuela, Maduro pediu a aceleração desses pactos. O ministro do Exterior do Irã, Manucher Mottaki, com quem Maduro também se reuniu hoje, anunciou durante uma coletiva de imprensa que o presidente venezuelano Hugo Chávez viajará a Teerã, dentro de dois meses, apesar de ainda não ter determinado a data exata. Está previsto que a delegação venezuelana saia de Teerã nesta mesma noite.

Tudo o que sabemos sobre:
VenezuelaIrã

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.