Para Lula, resgate é passo para libertação de demais reféns

Presidente também mandou um 'abraço fraternal' aos reféns e suas famílias

REUTERS

02 de julho de 2008 | 19h32

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, nesta quarta-feira, 2, que o resgate de reféns mantidos sob o poder das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) pelo Exército colombiano é um passo importante para a libertação dos demais sequestrados.     Veja também: Resgate foi absolutamente impecável, diz Ingrid Quem são os ex-reféns libertados pelo Exército colombiano EUA elogiam operação de resgate Resgate de Ingrid é vital para a paz, diz Evo Farc devem selar paz com Uribe, diz embaixador Chanceler colombiano se diz emocionado O drama de Ingrid Por dentro das Farc  Histórico dos conflitos armados na região    Depoimento dos filhos de Ingrid (em espanhol)  Foram resgatados a ex-candidata à Presidência da Colômbia Ingrid Betancourt, três norte-americanos e 11 membros do Exército colombiano. Segue a nota divulgada pela secretaria de imprensa da Presidência: "O presidente da República tomou conhecimento da libertação da senadora Ingrid Betancourt e de outros 14 reféns que se encontravam sequestrados pelas Farc. Ao enviar seu abraço fraternal aos reféns hoje libertados e a seus familiares, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva manifestou satisfação com esta notícia tão aguardada pela comunidade internacional. Expressou a esperança de que tenha sido dado um passo importante para a libertação de todos os demais sequestrados, a reconciliação de todos os colombianos e a paz na Colômbia." (Por Fernando Exman)

Tudo o que sabemos sobre:
COLOMBIALULA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.