Para Morales, Chávez é o presidente 'mais democrático'

O presidente da Bolívia, Evo Morales, classificou na sexta-feira seu amigo e aliado Hugo Chávez como "o presidente mais democrático", dois dias antes de um referendo que pode dar ao venezuelano a possibilidade de reeleição ilimitada. "Saúdo a vontade democrática do presidente da Venezuela... o povo venezuelano dirá se quer a reeleição, esse é um problema interno", disse Morales em entrevista coletiva. Morales, que recebe do colega venezuelano uma importante ajuda econômica e política, disse que Chávez "é o presidente mais democrático, porque se submete ao povo". Ele também disse admirar os gestos de solidariedade que Chávez fez para a Bolívia. Segundo Morales, esses gestos são parte de uma longa história de cooperação que "agora chega ao povo mais necessitado e esquecido". A Venezuela financia um plano de obras sociais denominado "Bolívia muda, Evo cumpre", no qual Morales faz o papel de canalizador de recursos pagos com cheques da embaixada venezuelana. Recentemente Morales saiu vitorioso de dois referendos, um para decidir sobre a continuação de seu mandato e outro, realizado em janeiro, para aprovar uma nova Constituição que acaba de entrar em vigor no país. (Por Carlos Alberto Quiroga)

REUTERS

13 de fevereiro de 2009 | 19h12

Tudo o que sabemos sobre:
BOLIVIAMORALESDEMOCRATICO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.