Parlamento dá 1º passo para aprovar reeleição de Chávez

A emenda foi introduzida em 9 de dezembro por 146 deputados dos 167 que integram a AN

Efe

18 de dezembro de 2008 | 21h10

A governista Assembléia Nacional (AN) da Venezuela apoiou nesta quinta-feira, 18, em uma primeira discussão, o projeto de emenda constitucional para que Hugo Chávez possa apresentar sua candidatura à Presidência pela terceira vez, em dezembro de 2012.   Veja também:  Congresso venezuelano começa a discutir 3ºmandato de Chávez   A emenda foi introduzida em 9 de dezembro por 146 deputados, todos governistas, dos 167 que integram a AN, para modificar o artigo 230 da Constituição, que limita a possibilidade da reeleição presidencial a uma vez, logo após ter finalizado um primeiro mandato.   A segunda e última discussão do texto está programada para o próximo dia 5 de janeiro, depois da qual será enviada ao Conselho Nacional Eleitoral (CNE), que terá 30 dias para organizar e convocar o referendo.   Nos discursos de nesta quinta-feira, 18, os deputados governistas destacaram que a aprovação da emenda não representa a reeleição automática de Chávez para um novo mandato como, segundo eles, trataram de divulgar a imprensa vinculada à oposição.   Caso a reforma seja aprovada, Chávez poderá apresentar sua candidatura no pleito presidencial de dezembro de 2012, mas serão os venezuelanos que decidirão nas urnas se ele deve ficar no palácio de Miraflores, sede do Governo, ou se o local passará a ser ocupado pela oposição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.