Parlamento na Venezuela aprova fim de limite de reeleições

O Parlamento venezuelano aprovou nestasexta-feira um projeto do presidente Hugo Chávez para eliminaros limites de reeleição, em um pacote de mudançasconstitucionais que os venezuelanos irão votar em um referendoem dezembro. A igreja católica, grupos estudantis, empresários epartidos de oposição têm rechaçado as mudanças constitucionais,que alegam vulnerar importantes direitos dos cidadãos, além deconcentrar poderes para o presidente. Hugo Chávez qualifica as mudanças de vitais para consolidarsua revolução socialista. A Assembléia Nacional, dominada pelo governo, regulou 69artigos do Constituição que vão desde a redução da jornada detrabalho até a suspensão de direitos à informação e garantiasdurante os períodos de estado de exceção. Um dos pontos mais criticados é a eliminação dos limites dereeleição presidencial, que os críticos dizem que irá perpetuarChávez no poder. Ele já está em seu segundo mandatoconsecutivo. A proposta será submetida a uma consulta popular emdezembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.