Partidários de Uribe entregam abaixo-assinado por nova reeleição

Os partidários de um terceiro mandatopara o presidente da Colômbia, Alvaro Uribe, alcançaram suaprimeira meta, ao apresentar mais de 260 mil assinaturas emapoio a um referendo que autorize a nova reeleição, informou oRegistro Nacional na quarta-feira. As assinaturas contidas em 98 livros foram apresentadaspelo secretário do Partido do U, Luis Guillermo Giraldo,principal defensor de uma reforma constitucional que autorize a"re-reeleição" em 2010. Recentemente, Uribe descartou a idéia de um novo mandato edisse que trabalharia pelo surgimento de novas lideranças. O abaixo-assinado pedindo a autorização para um comitê peloterceiro mandato precisava reunir meio por cento do eleitorado,ou seja, 140 mil assinaturas -- cifra superada com folga. O Registro Nacional vai agora verificar a autenticidade dasassinaturas e dentro de um mês deve autorizar a criação docomitê. Depois disso, os organizadores devem registrar o pedidode referendo -- o comitê terá seis meses para reunirassinaturas de 5 por cento do eleitorado, ou 1,4 milhão depessoas. A etapa seguinte seria apresentar um projeto-de-lei deiniciativa popular para convocar um referendo que permitiria areforma constitucional. Uribe foi eleito em 2002 e reeleito em 2006. A Constituiçãoproíbe um terceiro mandato. Analistas dizem que dificilmente a "re-reeleição" seráaprovada no Congresso, pois a coalizão governista saiudebilitada pelo escândalo provocado pela ligação decongressistas com paramilitares de direita. Graças à política linha-dura contra a guerrilha e acriminalidade, Uribe tem elevada popularidade. Em janeiro, umapesquisa lhe atribuiu 80 por cento de aprovação. (Reportagem de Luis Jaime Acosta)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.