Mariana Bazo/ REUTERS - 16/3/2016
Mariana Bazo/ REUTERS - 16/3/2016

Pedro Pablo Kuczynski é operado com sucesso

Ex-presidente peruano ainda não foi informado sobre prisão domiciliar concedida pela Justiça, diz irmão

EFE, O Estado de S.Paulo

28 de abril de 2019 | 04h37

Lima - O ex-presidente do Peru Pedro Pablo Kuczynski, de 80 anos, teve uma operação bem sucedida no sábado, 27, para estabilizar seu ritmo cardíaco, instável por causa de uma doença que podia causar-lhe uma morte súbita.

Kuczynski sofre de uma taquicardia ventricular esporádica com risco de descompensação em situações de estresse que podiam desencadear fibrilação ventricular e morte súbita, segundo o relatório da clínica onde é atendido.

Ele retornou à unidade de tratamento intensivo na qual permanece há 11 dias após uma cirurgia de quase duas horas, segundo explicou seu irmão Miguel Kuczynski a jornalistas no acesso à clínica de Lima onde está hospitalizado.

O irmão do ex-presidente afirmou que Kuczynski ainda está se despertando da anestesia e não puderam informá-lo que a Justiça peruana anulou os 36 meses de prisão preventiva que tinha sido emitida na semana passada pelo caso Odebrecht em troca de prisão domiciliar pelo mesmo tempo.

"É um passo à frente, embora seria melhor voltar à situação anterior (à prisão preventiva)", disse Miguel em referência ao impedimento de saída do país, que permitia ao ex-presidente mobilizar-se por Lima.

Alexandra Kuczynski, filha do ex-presidente, agradeceu brevemente aos juízes pela compaixão de não persistir na posição de colocar seu pai na prisão. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.