Pemex envia 300 mil barris de diesel à fronteira do México

O objetivo é superar a escassez de combustível gerada pelas altas dos preços no sul dos Estados Unidos

EFE

21 de junho de 2008 | 03h31

A empresa estatal Petróleos Mexicanos (Pemex) disse nesta sexta-feira que enviou 300 mil barris de diesel à fronteira norte do México, para superar a escassez de combustível gerada pelas altas dos preços no sul dos Estados Unidos. "Nas primeiras horas de sábado se iniciará a descarga de 300 mil barris de diesel", revelou a Pemex em comunicado. Durante a última semana, as estações de gasolina das cidades fronteiriças, em particular em Tijuana, registraram uma demanda de combustível acima do normal, uma vez que transportadores americanos passaram a cruzar a fronteira para comprar combustível no México. Esta situação gerou uma onda de consumo que provocou escassez do produto e forçou as estações a racionar as vendas. A Pemex revelou que em janeiro do ano passado vendia uma média de 22 mil barris diários de diesel, e que em maio deste ano a demanda tinha crescido para 29 mil barris diários. A empresa petrolífera assinalou que em Tijuana eram vendidos 5.280 barris diários de diesel em junho de 2007, enquanto em junho deste ano as vendas alcançaram 8.280 barris diários. Por este motivo, a Pemex adotou diversas medidas para cobrir a demanda nos terminais de armazenamento e nas estações de gasolina da zona, dentre as quais o envio dos primeiros 300 mil barris. A empresa indicou que dará prioridade a postos de gasolina que atendem o consumo nacional, privilegiando os serviços públicos de transporte.

Tudo o que sabemos sobre:
Petróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.