Perfuradora chega a área onde mineiros estão presos no Chile

A primeira das três perfuradoras que trabalham no resgate de 33 mineiros chilenos presos debaixo da terra há seis semanas alcançou na sexta-feira a profundidade da área onde se encontram, mas ainda levará tempo até que sejam retirados de lá.

IVÁN ALVARADO, REUTERS

18 de setembro de 2010 | 10h22

Os mineiros saudaram a chegada da máquina com uma mensagem de agradecimento aos companheiros na superfície que estão trabalhando 24 horas, em meio às celebrações do bicentenário do país.

"Atenção de todo o coração: Chi, chi, chi! Le, le le! Mineiros do Chile!", gritaram em uma gravação que posteriormente foi enviada à superfície.

Os mineiros também ajudaram, removendo os escombros que caíram dentro do refúgio quando a perfuradora atravessou o teto da mina.

"De agora em diante necessitamos sua ajuda (dos mineiros) porque vamos iniciar uma perfuração e vamos necessitar remover material no fundo do poço", disse à TV estatal o chefe das operações de resgate, Andre Sougarret, gerente da mina de cobre El Teniente da estatal Codelco.

O ministro Laurence Golborne afirmou que os avanços mais recentes adiantaram os esforços do governo no cronograma que estima um resgate no início de novembro.

Tudo o que sabemos sobre:
CHILEMINEIROS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.