Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Peru confirma pedido de asilo de governador boliviano

David Sánchez renunciou ao governo do departamento de Chuquisaca, cuja capital é Sucre

Efe,

18 de dezembro de 2007 | 02h12

O chanceler peruano, José Antonio García Belaúnde, confirmou nesta segunda-feira, 17, que o governador do departamento boliviano de Chuquisaca, David Sánchez, solicitou asilo político no Peru, segundo o site do jornal El Comercio. Em uma entrevista ao site do jornal peruano, García Belaúnde disse que Sánchez "solicitou asilo no Peru". A sua situação está sendo estudada pela comissão nacional encarregada do assunto, que "ainda não se decidiu", disse o ministro. "Ao que parece, no dia 4 de dezembro ele apresentou a solicitação e já teve uma primeira reunião com a comissão de refugiados, que voltará a se reunir nos próximos dias", explicou. A oposição boliviana disse que o governador de Chuquisaca, cuja capital é Sucre, eleito pelo partido do presidente Evo Morales, renunciou a seu cargo e recebeu no domingo a condição de asilado político no Peru. Em novembro, Sánchez abandonou Sucre, que vivia distúrbios causados pela reinstalação da Assembléia Constituinte. Os graves choques entre civis e policiais deixaram três mortos e mais de 300 feridos. A residência do governador foi incendiada por grupos de manifestantes de oposição. Sánchez, do governista Movimento ao Socialismo (MAS), permaneceu em local desconhecido durante toda a crise e foi acusado de "traidor".

Tudo o que sabemos sobre:
BolíviaPeruasilo político

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.