Pesquisas de boca de urna indicam favoritismo de Lugo

Ignorando restrições impostas pela Justiça Eleitoral, sites dos jornais do Paraguai apontam vitória do ex-bispo

Ariel Palacios, enviado especial de O Estado de S. Paulo,

20 de abril de 2008 | 15h55

No meio da tarde deste domingo, 20, furando todas as restrições impostas pela Justiça Eleitoral do país, os sites dos principais jornais de Assunção começaram a publicar as primeiras bocas de urna parciais, relativas ao eleitorado que compareceu perante as urnas até o meio-dia.   Veja também: Paraguai elege hoje novo presidente Ouça análise de especialista sobre a política no país       No site do jornal Última Hora, uma boca de urna preparada pela consultoria de opinião pública COIN indicava que o primeiro colocado possui 42,7% dos votos, enquanto que a candidatura colocada em segundo lugar conta com 37%. O terceiro colocado teria conseguido 15,5%.   Embora os jornais não se refiram explicitamente aos candidatos, os analistas consultados pela Agência Estado indicam que a chapa presidencial colocada em primeiro lugar é a do monsenhor Fernando Lugo - atualmente sob suspensão temporária do Vaticano -, o candidato da heterogênea coalizão Aliança Patriótica para a Mudança.   A segunda colocada é a ex-Ministra da Educação, Blanca Ovelar, candidata do governo do presidente Nicanor Duarte Frutos, do Partido Colorado. O general golpista Lino Oviedo, da União Nacional de Cidadãos Éticos, amargaria o terceiro lugar.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições no Paraguai

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.