Piedad Córdoba diz que Farc entrega prova de vida de reféns

As provas serão divulgadas depois da liberação do militante Pablo Emilio

EFE,

18 de abril de 2009 | 01h08

A senadora opositora Piedad Córdoba disse, nesta sexta-feira, que as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) entregarão provas de que os 21 sequestrados que pretende trocar por insurgentes presos estão vivos.

 

Segundo ela, essas provas provavelmente serão divulgadas após a libertação de Pablo Emilio Moncayo, um dos dois militares colombianos que estão há mais tempo nas mãos da guerrilha.

 

"Serão entregues o corpo do major (Julián) Guevara e as provas de vida dos 21 soldados e policiais", disse a legisladora, que participou, em Cali, de em um fórum político.

 

As Farc anunciaram a decisão unilateral de entregar o suboficial, que será levado pessoalmente a uma comissão liderada pela senadora Córdoba e o professor Moncayo (Gustavo, pai do militar) uma vez que se organizem os mecanismos que garantam a segurança da operação.

Tudo o que sabemos sobre:
FARC

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.