Polícia boliviana confisca 31,5 toneladas de maconha

A força antidroga expropriou, entre janeiro e agosto, 1.831 toneladas de maconha

EFE,

30 de agosto de 2009 | 03h22

A polícia boliviana confiscou e destruiu 31,5 toneladas de maconha encontradas em extensas plantações na Província de Larecaja, do Departamento de La Paz, de acordo com o jornal "La Razón".

 

O diretor regional da Força Especial de Luta Contra o Narcotráfico (FELCN) da cidade de El Alto, o coronel Daniel Quintanilla, informou que os trabalhos de inteligência da polícia permitiram detectar as "grandes plantações" de maconha, que, presumivelmente, seria comercializada dentro e fora do país.

 

Há duas semanas, o vice-ministro da Defesa Social reportou que a força antidroga expropriou, entre janeiro e a primeira quinzena de agosto, 1.831 toneladas de maconha. No mesmo período, a polícia boliviana confiscou 17,3 toneladas de cocaína, destruiu 11 laboratórios de refino da droga e realizou 7.514 operações, nas quais deteve 2.166 pessoas.

Tudo o que sabemos sobre:
DROGASLA PAZ

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.