Polícia da Colômbia encontra 350 minas em esconderijo das Farc

Além de minas, foram apreendidos morteiros de fabricação caseira e explosivos no noroeste do país

Efe,

14 de setembro de 2010 | 18h51

BOGOTÁ- A polícia colombiana apreendeu cerca de 350 minas antipessoa e outras peças para construir bombas em um esconderijo das Farc no noroeste do país, informaram nesta terça-feira, 14, fontes do órgão em Bogotá.

 

Os artefatos foram encontrados em Morro Viejo, área de selva nas montanhas do departamento (estado) de Sonsón, afirmou a Polícia Nacional em um comunicado.

 

A fonte indicou que foram apreendidos três morteiros de fabricação artesanal, 150 detonadores elétricos e não elétricos, 50 metros de cordão detonador e explosivos, além das 350 minas.

 

O material de guerra pertencia à Nona Frente das Farc, de acordo com a polícia. Não houve detenções.

 

Segundo a nota da polícia, o material foi destruído no local por especialistas em antiexplosivos.

 

Ontem, três policiais foram mortos, um ficou ferido e outro está desaparecido após um ataque da guerrilha, no quarto atentado contra a polícia colombiana por grupos insurgentes desde que o presidente Juan Manuel Santos assumiu o cargo, em 7 de agosto. Até agora, pelo menos 30 policiais foram mortos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.