Polícia desarma carro-bomba no México perto da fronteira com EUA

A polícia mexicana realizou uma explosão controlada neste sábado para eliminar a ameaça de um carro carregado de explosivos numa cidade violenta perto da fronteira com os EUA, disseram autoridades locais.

REUTERS

11 de setembro de 2010 | 17h22

A polícia respondeu a uma denúncia na sexta-feira de que uma pessoa havia sido executada em um setor industrial de Ciudad Juarez e um carro cheio de explosivos estava perto do corpo, disse a polícia federal em nota.

Especialistas removeram a maior parte dos explosivos do carro e então usaram uma explosão controlada, disse a polícia. Ninguém ficou ferido na operação.

Quadrilhas do narcotráfico do México frequentemente atacam as forças de segurança em sua campanha sangrenta para controlar as rotas do tráfico, e incidentes envolvendo explosivos em carros estão se tornando cada vez mais comuns.

Quatro pessoas foram mortas em julho em Ciudad Juarez por um carro-bomba, no primeiro ataque do tipo desde que o presidente Felipe Calderón assumiu o governo, em dezembro de 2006, e lançou uma ofensiva contra o crime organizado.

Houve dois ataques em pequena escala em agosto que, segundo os investigadores, foram realizados com explosivos comerciais detonados remotamente.

Mais de 28 mil pessoas já morreram com a violência do narcotráfico desde que Calderón lançou sua guerra contra as drogas. A maior parte da violência se concentra na fronteira com os Estados Unidos.

(Reportagem de Julian Cardona)

Tudo o que sabemos sobre:
MEXICODROGASCARROBOMBA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.