Polícia do México encontra limusine com quatro cadáveres e um ferido

Sobrevivente diz que carro foi atacado por homens armados; estado de Sonora sofre com o narcotráfico

estadão.com.br,

20 de outubro de 2010 | 22h47

CIDADE DO MÉXICO- Autoridades mexicanas encontraram nesta quarta-feira, 20, uma limusine com quatro homens mortos e um gravemente ferido no estado de Sonora, noroeste do país, informou a procuradoria estadual à agência de notícias AFP.

 

Segundo José Larrinaga, chefe da imprensa da procuradoria de Sonora, o veículo da marca Cadillac foi encontrado em um terreno baldio próximo a fronteira com o estado de Sinaloa.

 

O ferido declarou ao procurador que viajava com as outras vítimas e outros dois carros, quando tiveram de parar devido a um defeito em um dos automóveis. Foi então que homens armados o atingiram.

 

Depois, um dos pistoleiros dirigiu a limusine com os cadáveres e o ferido, a quem aparentemente julgou estar morto, até o terreno, onde abandonou o carro.

 

Sonora, que faz fronteira com os Estados Unidos, junto ao estado de Sinaloa, estão entre os distritos mexicanos mais atingidos pela violência dos cartéis de droga, que disputam uma guerra interna e contra o Estado.

 

Desde que o presidente Felipe Calderón assumiu o poder, em dezembro de 2006, e deu início a uma ofensiva contra o narcotráfico, mais de 29 mil pessoas morreram em ações relacionadas ao crime organizado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.