Polícia encontra 6 corpos com sinais de tortura em estrada mexicana

Mensagem de assassinos diz que os mortos colaboravam com o narcotraficante 'La Barbie'

Efe,

23 de outubro de 2010 | 04h12

CHILPANCINGO - Fontes policiais mexicanas informaram que foram encontrados seis corpos - com sinais de tortura - na margem de uma estrada no povoado San Isidro Gallinero, próximo ao balneário de Acapulco, no México.

 

Os assassinos deixaram em um dos cadáveres uma mensagem na qual assinalam que os mortos eram colaboradores do narcotraficante Edgar Valdez Villarreal, conhecido como "La Barbie" e que foi preso no fim de agosto.

 

Na mensagem, outras três pessoas são ameaçadas, também supostas colaboradoras do traficante e que integram o grupo criminoso dos irmãos Beltrán Leya, do qual "La Barbie" havia se desligado no início do ano.

Tudo o que sabemos sobre:
Méxicotráficodrogascovacrimetortura

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.