Policiais tentam parar locomotiva desgovernada na Argentina

Composição é colocada em movimento por homem que saltou em seguida; trem não tem maquinista

Efe,

26 de dezembro de 2007 | 16h16

A polícia de Mendoza tentava nesta quarta-feira, 26, deter uma locomotiva desgovernada, sem maquinista e a toda velocidade em direção ao nordeste da província na Argentina, segundo informaram fontes da força de segurança.   A locomotiva foi acionada por um desconhecido que saltou depois da máquina na estação de Palmira, próxima à capital provincial, que fica a 1.000 quilômetros a oeste de Buenos Aires.   Policiais fecharam todas as passagens em nível existentes no caminho da "locomotiva fantasma", como já foi batizada pela imprensa, que marcha a cerca de 70 km/h em direção à localidade de Beazley, na vizinha província de San Luis.   As autoridades tentam desviá-la ou fazê-la descarrilar para evitar acidentes, informou ao canal de televisão Todo Noticias o delegado de Palmira, Félix Vera.

Tudo o que sabemos sobre:
ArgentinaLocomotiva

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.