Policial morre ao ser atacado com granadas no México

Quatro foram detidos pelo ataque; no carro deles, foram encontrados capuzes, granada e luvas

Efe,

19 de junho de 2008 | 03h31

Um agente da Secretaria de Segurança Pública de Jalisco (SSPJ) morreu e dois outros ficaram feridos nesta quarta-feira, 18, quando supostos ex-militares lançaram duas granadas de fragmentação no estacionamento da dependência, na cidade mexicana de Guadalajara. Fernando Guzmán Pérez, titular da SSPJ, confirmou que há quatro detidos relacionados com o atentado, encontrados a duas ruas do local do crime. Os supostos delinqüentes foram detidos quando fugiam a bordo de um jipe, dentro do qual os policiais encontraram uma granada de fragmentação, luvas e capuzes. As granadas foram lançadas contra o estacionamento da SSPJ e feriram Alberto Urzúa Álvarez, Juan Manuel Vargas García e Abelardo Morales Blas, o primeiro dos quais faleceu quando recebia atendimento médico. O México vive uma onda de violência suscitada pelo crime organizado que este ano já causou a morte de 1.700 pessoas em todo o país.

Tudo o que sabemos sobre:
Méxicoataqueatentadogranada

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.