Popularidade de Calderón cai no México, mas ainda é alta

A popularidade do presidentedo México, Felipe Calderón, tem caído nos últimos quatro mesesapós um forte começo desde que assumiu a presidência no anopassado, mas ainda se mantém alta, informou uma pesquisa deopinião revelada nesta segunda-feira. A aprovação a Calderón, que ganhou apertado do candidato daesquerda no ano passado, caiu de 68 para 64 por cento em abril,de acordo com o jornal de circulação nacional El Universal. Desde que assumiu o cargo em dezembro, Calderón envioumilhares de soldados para acabar com os cartéis de drogas nopaís e está negociando com legisladores da oposição o apoio auma reforma tributária para reduzir a dependência econômica doMéxico às exportações de petróleo. Apesar da queda, as altas avaliações apontam situaçãodiferente em relação ao ano passado, quando o México estavadividido sobre a sua vitória ante o candidato da esquerdaAndres Manuel López Obrador por uma pequena margem dediferença. Calderón venceu com 36 por cento dos votos naeleição de junho. Na pesquisa de agosto, os mexicanos deram notas mais baixasem relação à educação e ao combate do governo à corrupção anteo levantamento anterior, mas deram notas mais elevadas quanto àposição de Calderón de fazer frente à política de imigração dosEUA. A pesquisa consultou 996 pessoas na semana passada e amargem de erro é de 3.5 por cento para mais ou para menos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.