Prefeito eleito é sequestrado e assassinado no México

O prefeito eleito de um município mexicano foi encontrado morto na segunda-feira à noite no Estado de Oaxaca (sul), segundo a imprensa local, em mais um episódio de violência contra autoridades no país.

REUTERS

09 de novembro de 2010 | 09h42

O corpo de Gregorio Barradas, prefeito eleito da localidade de Juan Rodríguez Clara, no Estado de Veracruz (leste), foi achado junto com os de duas outras pessoas, incluindo o vice-prefeito Omar Manzur, dentro de uma caminhonete.

Ambos militavam no Partido Ação Nacional (PAN, governista). A terceira vítima era motorista do prefeito eleito, segundo o jornal El Universal.

O grupo havia sido sequestrado horas antes no sul de Veracruz, de onde foram levados para o vizinho Estado de Oaxaca.

Os motivos do crime ainda são desconhecidos. Desde o começo de 2008, pelo menos 17 outros prefeitos foram mortos no México, todos eles por pistoleiros a mando do narcotráfico, segundo a imprensa local.

(Reportagem de Jean Luis Arce)

Tudo o que sabemos sobre:
MEXICOPREFEITOSASSASSINATOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.