Premiê de Barbados morre após longa batalha contra câncer

David Thompson, de 48 anos, lutava contra um câncer de pâncreas

EFE,

23 de outubro de 2010 | 14h51

O primeiro-ministro de Barbados, David Thompson, morreu neste sábado, 23, após uma prolongada batalha contra um câncer de pâncreas aos 48 anos, informaram familiares.

 

"Barbados perdeu seu filho leal e servidor fiel antes que ele tivesse tempo de realizar seus sonhos", disse Mara, a esposa de Thompson em um breve comunicado. Thompson morreu em sua residência ao lado da mulher e seus três filhos.

 

O reverendo David Durant, quem presenciou a morte, disse que "batalhou valentemente e faleceu de maneira muito pacífica". O vice-primeiro-ministro Freundel Stuart jurou neste sábado como o sétimo primeiro-ministro desde a independência de Barbados e em substituição a Thompson.

 

Stuart jurou na residência do Governador Geral depois que seus colegas do Partido Trabalhista Democrático (DPL) votaram a seu favor para que se tornasse o novo líder do Governo do país caribenho. O funcionário foi quem notificou aos integrantes do gabinete da morte de Thompson.

Tudo o que sabemos sobre:
Barbadoscâncerprimeir-ministro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.