Marcos Brindicci/Reuters
Marcos Brindicci/Reuters

Presidente argentina terá alta nas próximas 24 horas

Porta-voz do governo afirma que Cristina cumpre o pós-operatório sem complicações

REUTERS

06 de janeiro de 2012 | 15h25

BUENOS AIRES - A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, receberá alta dentro das próximas 24 horas depois de ter sido submetida esta semana a uma operação para retirar a glândula tireoide, afetada por um câncer, informou nesta sexta-feira, 6, um porta-voz do governo.

Cristina, de 58 anos e que iniciou no mês passado um segundo mandato presidencial de quatro anos, foi operada com êxito na quarta-feira.

"Ela esta cumprindo o segundo dia pós-operatório sem complicações", disse o porta-voz Alfredo Scoccimarro, com base em um boletim médico.

Scoccimarro acrescentou que o estado da presidente "continua evoluindo satisfatoriamente, com controles clínicos e laboratoriais normais", e ela se alimenta "de modo adequado".

Ele informou que, depois de deixar o hospital onde foi operada, Cristina deve ser levada para a residência presidencial, onde continuará o tratamento contra a doença, cujo anúncio no fim do ano passado comoveu o país.

A presidente continuará afastada da presidência até 24 de janeiro. O vice-presidente Amadou Boudou assumiu o cargo.

Tudo o que sabemos sobre:
ARGENTINACRISTINAALTA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.