Presidente da Argentina permanece internada com quadro infeccioso estável

Presidente da Argentina permanece internada com quadro infeccioso estável

A mandatária "está no segundo dia de internação por um quadro de sigmoidite", afirmou o boletim médico

REUTERS

04 de novembro de 2014 | 21h52

A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, permanecia internada nesta terça-feira em estado estável em um hospital de Buenos Aires, após dar entrada no fim de semana com um quadro infeccioso e com febre, informou o governo em um comunicado.

A mandatária "está no segundo dia de internação por um quadro de sigmoidite", afirmou o boletim médico assinado por Marcelo Ballesteros e Daniel Fernández, da unidade médica presidencial.

O texto acrescentou que a presidente "está estável, cumprindo tratamento sintomático e com antibióticos intravenosos" e que "continua internada para tratamento e controle evolutivo".

A sigmoidite é uma inflamação ou uma infecção de uma parte do cólon. Uma fonte médica particular disse que, de acordo com o boletim, o problema de saúde da presidente não é grave.

Em meados de outubro, Cristina, de 61 anos, permaneceu vários dias em repouso por faringite, enquanto que há um ano foi submetida a uma cirurgia para tratar um hematoma cerebral.

(Reportagem de Walter Bianchi)

Mais conteúdo sobre:
ARGENTINAPRESIDENTEINTERNADA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.