Presidente da Colômbia diz que diálogo com Farc começa em outubro

O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, disse que as conversações de paz com o grupo guerrilheiro Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) vão começar em Oslo, Noruega, na primeira quinzena de outubro.

Reuters

04 de setembro de 2012 | 15h16

Em um pronunciamento à nação, Santos acrescentou que nesta nova tentativa de encerrar o conflito não haverá cessar-fogo.

Ele disse também que a Venezuela e o Chile irão dar apoio às negociações de paz do governo colombiano com as Farc.

"Peço paciência e força ao povo colombiano", afirmou Santos. "Não há dúvida de que é hora de virar a página.

Santos busca encerrar as cinco décadas de conflito com os rebeldes, durante o qual dezenas de milhares de pessoas morreram, o comércio de drogas se expandiu e as tensões políticas aumentaram na região.

(Reportagem de Helen Murphy)

Tudo o que sabemos sobre:
COLOMBIASANTOSFARC*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.