Presidente da Colômbia diz que é hora de paz definitiva

O presidente da Colômbia, Alvaro Uribe,disse no domingo que seu governo está disposto a buscar a paz edar fim ao violento conflito interno que já dura mais de quatrodécadas. Durante a instalação de um novo período de sessõesordinárias do Congresso colombiano, o presidente anunciou umareforma constitucional para evitar a entrada dos grupos armadosilegais na política do país. O Congresso colombiano foi agitado por um escândalo e umacrise política que prendeu mais de 30 parlamentares. Enquantoisso, um número similar, a maioria de aliados de Uribe, éinvestigado por sua suposta ligação com os grupos paramilitaresde ultradireita. "Deveríamos entrar na hora de paz definitiva. Por que nãose faz a paz definitiva? O governo está totalmente disposto",afirmou Uribe. O presidente anunciou que seu governo insistirá ao poderlegislativo que sancione o consumo de uma dose pessoal dedrogas e defendeu que a legalização desestimula a luta dasForças Armadas contra o narcotráfico. O líder também se referiu a assuntos econômicos como ainflação, as taxas de juros, a dívida e o gasto público, obrasde infra-estrutura, impostos e política social. (Reportagem de Luis Jaime Acosta)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.