Presidente do Equador decreta estado de exceção no país

O presidente do Equador, Rafael Correa, decretou na quinta-feira estado de exceção no país para conter um protesto de policiais que causou o caos na nação sul-americana.

REUTERS

30 de setembro de 2010 | 16h27

"Uma vez que setores da polícia abandonaram irresponsavelmente seu trabalho... declaramos o estado de exceção", disse a jornalistas o ministro de Segurança Interna, Miguel Carvajal.

(Reportagem de José Llangarí)

Tudo o que sabemos sobre:
EQUADOREXCECAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.