Presidente do Equador vai a Cuba operar joelho

O presidente do Equador, Rafael Correa, viajará na terça-feira a Cuba para fazer uma intervenção cirúrgica em um de seus joelhos, disse nesta segunda-feira o diário oficial. Será a segunda visita do mandatário equatoriano à ilha em menos de um mês por motivos de saúde.

REUTERS

14 de setembro de 2009 | 19h17

Em agosto, durante sua estadia para uma revisão médica, Correa teve uma reunião particular com Fidel Castro, ex-presidente de Cuba, cujos serviços de saúde são reconhecidos na América Latina.

"O chefe de Estado precisa de uma operação em seu joelho direito. Nesta quarta-feira, o governante fará a intervenção num Complexo Científico de Havana", disse o diário oficial El Ciudadano em sua página na Internet.

Correa, de 46 anos, viajará acompanhado de sua mãe, Norma Delgado, e de sua equipe de trabalho.

O traslado do popular mandatário a Cuba será realizado em um avião emprestado pela Venezuela, pois a aeronave oficial de Correa está em manutenção.

O presidente retornará ao Equador no fim de semana, concluiu o meio oficial.

(Por Alexandra Valencia)

Tudo o que sabemos sobre:
EQUADORPRESIDENTEOPERA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.