Presidente do Haiti chega a Quito para cúpula da Unasul

Reunião abordará somente a situação do Haiti, e buscará soluções para reestruturar o país caribenho

Efe

09 de fevereiro de 2010 | 02h55

O presidente do Haiti, René Préval, chegou na noite de segunda-feira, 8, a Quito para comparecer  à cúpula extraordinária da União de Nações Sul-Americanas (Unasul), que procura coordenar a ajuda regional ao país caribenho após o terremoto de 12 de janeiro.

 

Ao chegar à base aérea do aeroporto de Quito, em curtas declarações à imprensa, Préval expressou seu otimismo com o resultado da reunião presidencial da Unasul e agradeceu os países deste grupo pela ajuda oferecida a sua nação.

 

O presidente haitiano foi convidado pela Unasul, cuja comando temporário está a cargo do Equador, para coordenar a ajuda sul-americana à nação caribenha.

 

A reunião presidencial extraordinária da Unasul abordará exclusivamente a situação no Haiti e buscará definir a atuação do grupo a partir das necessidades concretas do país, declarou o embaixador equatoriano Emilio Izquierdo, coordenador da Unasul.

 

Em declarações a jornalistas, Izquierdo explicou pretende desenvolver uma estratégia para a reconstrução do Haiti, não só no aspecto físico, mas institucional e produtivo, baseada fundamentalmente na geração de empregos.

 

Além de Préval, o presidente do Paraguai, Fernando Lugo, também já está em Quito. Devem chegar nesta terça-feira os presidentes da Venezuela, Hugo Chávez; da Colômbia, Álvaro Uribe; do Peru, Alan García, e o vice-presidente da Bolívia,Álvaro García

Tudo o que sabemos sobre:
Haitai, Unasul, ajuda humanitária

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.