Presidente do Paraguai confirma renúncia para o dia 23

Nicanor Duarte deixa o cargo para assumir vaga no Senado; Fernando Lugo assume Presidência em agosto

Agência Estado e Associated Press,

17 de junho de 2008 | 13h33

O presidente do Paraguai, Nicanor Duarte, anunciou nesta terça-feira, 17, que renunciará ao cargo no próximo dia 23 com o objetivo de tomar posse como senador pelo Partido Colorado, que pela primeira vez em 61 anos atuará na oposição. Com a saída de Duarte antes do fim de seu mandato, a Presidência ficará temporariamente nas mãos do vice-presidente Francisco Oviedo, que deverá entregar o posto ao presidente eleito Fernando Lugo em 15 de agosto.   Alguns deputados de oposição disseram que rechaçarão a renúncia de Duarte. Já o presidente em fim de mandato comentou: "Espero que haja racionalidade e me deixem jurar. Como dizia o apóstolo Paulo: a mesquinhez não se responde com mesquinhez, mas com generosidade. Não se pode obrigar ninguém a permanecer em um lugar onde não se quer estar. Nisso estou de acordo com o monsenhor Lugo".   As declarações foram feitas em Assunção durante uma parada militar para marcar o 164.º aniversário da criação do regimento de escolta presidencial. Em 25 de dezembro de 2006, quando renunciou à posição de bispo de Igreja Católica, Lugo escreveu em carta à nunciatura apostólica do Vaticano na capital paraguaia: "sou livre para decidir onde quero estar".

Tudo o que sabemos sobre:
Paraguai

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.