Presidente do Paraguai reconhece filho de quando era bispo

O presidente do Paraguai, Fernando Lugo, reconheceu nesta segunda-feira a paternidade de um menino de quase dois anos fruto de uma relação com uma jovem quando ele ainda era um bispo da Igreja Católica.

REUTERS

13 de abril de 2009 | 11h50

"É certo que houve uma relação com Viviana Carillo. Diante disso, assumo todas as responsabilidades que possam derivar de tal feito, reconhecendo a paternidade do menino", disse Lugo em uma mensagem pela tevê.

O tema ameaça ferir profundamente a imagem de Lugo, um socialista que acabou com mais de seis décadas de governo do direitista Partido Colorado, mas que tem enfrentado em seus quase oito meses no cargo uma feroz oposição dentro e fora de sua coalizão.

(Reportagem de Daniela Desantis)

Tudo o que sabemos sobre:
PARAGUAILUGOPAI*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.