Presidentes latino-americanos saem em apoio a Morales

Presidentes da América Latinarespaldaram seu colega boliviano, Evo Morales, e aconselharam aoposição a dialogar com ele. O documento, firmado nasegunda-feira por Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador,Honduras, Paraguai, Uruguai e Venezuela, foi divulgado naterça-feira pela chancelaria argentina. Os signatários, que estavam na Argentina para a posse dapresidente Cristina Kirchner, "expressaram sua permanentesolidariedade com o povo e o governo da Bolívia e a segurançade que o vizinho país conseguirá encaminhar sua atual situaçãono marco do pleno respeito dos princípios democráticos". Morales está sob pressão de protestos nos Departamentosmais ricos da Bolívia, adversários da nova Constituiçãoproposta pelo presidente, que dá mais poder à maioria indígenae referenda a série de nacionalizações de recursos naturaispromovida pelo governo. Os presidentes também "confiaram na capacidade das forçaspolíticas bolivianas para manter um clima de diálogo eentendimento, rechaçando toda tentativa que vulnere aestabilidade das instituições e do governo eleitodemocraticamente". Morales descartou na terça-feira a possibilidade dedeclarar estado de sítio para conter os protestos das regiõespor mais autonomia. (Reportagem de César Illiano)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.