Protesto na Bolívia deixa pelo menos 1 morto

População protestava contra lei do governo, que baniu a importação de carros usados antigos

Agências Internacionais,

16 de dezembro de 2008 | 02h11

A polícia boliviana usou gás lacrimogêneo e balas de borracha para acabar com um protesto contra uma nova lei do governo, que baniu a importação de carros usados antigos. Pelo menos uma pessoa morreu, ao ser atingida por uma bala de borracha no pescoço. No início do mês, o presidente Evo Morales sancionou o decreto que proibiu que importadores adquirissem do exterior veículos fabricados antes de 2004, alegando que eles representam risco ao meio ambiente. Trabalhadores do ramo de importação de carros bloquearam um estrada na segunda-feira, para protestar, provocando a reação policial. As informações foram dadas pelo jornal La Razon, em seu site.

Tudo o que sabemos sobre:
Bolíviaprotestomanifestação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.