Rádio volta ao ar em Honduras depois de 22 dias fechada

Emissora 'Globo' teve que interromper suas transmissões devido a um decreto do governo de Micheletti

Efe,

19 de outubro de 2009 | 17h41

A rádio Globo, de Tegucigalpa, voltou nesta segunda-feira, 19, ao ar depois de ficar fechada durante 22 dias devido a um decreto do governo de fato de Honduras, presidido por Roberto Micheletti.  

 

Veja também:

especial Cronologia do golpe de Estado em Honduras

link Missão da ONU investiga direitos humanos em Honduras

linkComissões de Zelaya e Micheletti reiniciam diálogo em Honduras

 

A rádio foi fechada em 28 de setembro, dois dias depois de o governo de Micheletti emitir um decreto que restringia as garantias Constitucionais. No sábado passado, foi publicado outro decreto que suprimiu essa Medida.

 

A suspensão dessas garantias se somou a outras ações restritivas em Honduras, como os toques de recolher decretados por Micheletti desde o golpe de Estado contra o presidente deposto Manuel Zelaya, em 28 de junho.

 

Também foi fechada no último 28, junto com a rádio Globo, a emissora de televisão Cholusat Sur Canal 36, que continua fora do ar.

 

O proprietário da rádio Globo, Alejandro Villatoro, disse ao retomar as transmissões da emissora que hoje é "um dia de alegria para o povo".

 

Segundo Villatoro, voltar ao ar é como "reviver um morto", porque a rádio "tinha um status de morte".

 

"Estamos voltando, o morto tem que reviver", afirmou o dono da rádio. Ele já foi funcionário do Governo do presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya.

 

A rádio Globo retomou suas transmissões às 11h locais desta segunda, 19, (15h de Brasília) com a execução do hino nacional de Honduras.

 

Há duas semanas, Micheletti anunciou a derrogação do decreto que restringia as garantias constitucionais, mas a ordem ainda não tinha sido publicada no diário oficial.

 

Durante a proibição formal de suas atividades, a rádio Globo fez transmissões pela internet e por meio de uma frequência em amplitude modulada (AM) da rádio Gualcho, em Tegucigalpa, com um sinal local muito fraco.

Tudo o que sabemos sobre:
Hondurasrádio GloboMichelettiZelaya

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.