Raúl Castro demite ministra da Indústria Básica

Governo alega deficiências da funcionária refletidas no controle 'débil' sobre recursos

Efe e Reuters,

19 de setembro de 2010 | 22h50

HAVANA- O presidente de Cuba, o general Raúl Castro, demitiu a ministra da Indústria Básica, Yadira García Vera por "deficiências na direção do organismo", segundo informou neste domingo, 19, a televisão estatal da ilha.

 

A nota oficial lida no informativo desta noite detalhou que o Conselho de Estado decidiu "liberar" Yadira do cargo "atendendo a deficiências em seu trabalho refletidas de maneira particular no controle débil sobre os recursos destinados ao processo investidor e produtivo".

 

Além disso, indicou que até que seja designado o novo responsável da pasta, o vice-ministro Tomás Benítez ficará à frente do organismo.

 

Yadira, engenheira química de 55 anos e membro do Birô Político do Partido Comunista, ocupava o cargo de ministra da Indústria Básica desde outubro de 2004.

 

Ela era peça fundamental na relação com a Venezuela, país da OPEP que investiu milhões de dólares em projetos como a modernização da refinaria cubana de Cienfuegos.

 

Além disso, ela administrava a busca de países parceiros para explorar petróleo nas águas cubanas do Golfo do México.

 

Com a demissão da ministra, Raúl finaliza a reforma de sua equipe econômica que herdou quando sucedeu seu irmão Fidel, há quatro anos.

Tudo o que sabemos sobre:
Raúl CastroCubaministraFidel

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.