Resultado de referendo será entregue primeiro aos blocos

Dirigente opositor afirma que resultado está muito 'acirrado', o que impede a divulgação do resultado

Efe,

03 de dezembro de 2007 | 01h03

O Conselho Nacional Eleitoral (CNE) da Venezuela entregará "aos dois blocos" o resultado do referendo antes de anunciá-lo publicamente, uma vez apurados mais de 90% dos votos, informou o dirigente opositor Ignacio Planas. Veja também: Chávez e aliados devem reconhecer resultado, pede oposiçãoChávez aprovou reforma na Constituição, diz fonte do governoChávez diz que aceita qualquer resultadoVenezuela vota em clima tranqüiloVenezuela dá 'lição de democracia', diz CNETensão na América do Sul  Conheça pontos centrais da reforma  Acompanhe a trajetória de Hugo Chávez     Segundo Planas, a publicação dos resultados ainda pode demorar mais de uma hora. O dirigente opositor comentou ainda que o resultado está muito "acirrado", o que impede o CNE de divulgar o resultado antes de chegar a um estágio avançado da apuração. Em declarações à imprensa na sede do CNE, Planas pediu que todos tenham calma, e assegurou que está sendo feito "um grande esforço" para comprovar todas as atas. O deputado Ismael García, do partido Podemos, ex-aliado do presidente Hugo Chávez, assinalou que sua legenda está ansiosa para conhecer os resultados. "Aguardaremos os resultados. Queremos que o CNE anuncie ao país os resultados exatamente como foram, e assim será", manifestou o deputado "dissidente". Os venezuelanos esperam, em uma tensa calma, o resultado do referendo deste domingo sobre a reforma constitucional que, segundo confirmou o vice-presidente venezuelano, Jorge Rodríguez, está "acirrado".

Tudo o que sabemos sobre:
referendoVenezuelaHugo Chávez

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.