Paolo Aguilar/Efe
Paolo Aguilar/Efe

Retirada de turistas de Machu Picchu pode terminar amanhã

1.414 pessoas foram evacuadas nesta quarta; estima-se que 670 turistas ainda estão presos no local

Efe,

28 de janeiro de 2010 | 23h36

A retirada dos turistas isolados em Machu Picchu pode terminar nesta sexta-feiral 29, se as condições climáticas continuarem favoráveis, afirmaram porta-vozes das equipes de resgate nesta quinta.

 

Veja também:

linkBrasil enviará 14 toneladas de alimentos para Cusco

linkTrês pessoas morrem em tentativa de chegar a pé a Cusco

 

Segundo informações obtidas pela Efe no povoado de Águas Calientes, os helicópteros completaram hoje 94 voos e evacuaram 1.414 turistas ao povoado de Ollantaytambo, de onde serão transferidos para a cidade de Cusco.

 

Se o clima continuar favorável como hoje, as equipes de resgate acreditam que já amanhã todos os turistas já terão sido evacuados do local.

 

Estima-se que permanecem no Caminho Inca cerca de 670 turistas, 100 guias e 700 carregadores de burros. Uma fiscal peruana também informou que ao menos cem turistas de diversas nacionalidades estariam no Santuário Histórico de Machu Picchu, onde ficam as famosas ruínas incas.

 

O governador da região de Cusco, Hugo Gonzales, afirmou que as chuvas e os deslizamentos deixaram, até o momento, cerca de 80 mil pessoas danificadas.

 

Gonzales disse que mais de 14 mil hectares de terra foram destruídos pelas inundações e que cerca de 4.800 casas foram afetadas, das quais 3.000 estão inabitáveis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.