Reunião entre Chávez e Farc pode acontecer em outubro

Vídeo que foi entregue à senadora Piedad Córdoba entre a quinta-feira e a sexta-feira

Efe,

17 de setembro de 2007 | 03h57

A primeira reunião entre as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e o presidente venezuelano, Hugo Chávez, pode acontecer no dia 8 de outubro, em Caracas. A informação foi divulgada pelo jornal El Tiempo em sua página virtual nesta segunda-feira, 17. O jornal diz que essa informação foi dada pelo "porta-voz dessa guerrilha, 'Raúl Reyes', em um vídeo que foi entregue à senadora Piedad Córdoba, com quem se reuniu em algum lugar da floresta, entre a quinta-feira e a sexta-feira". A data tem um significado especial, pois trata-se do aniversário de 40 anos da morte do guerrilheiro Ernesto Che Guevara. A publicação informa ainda que Raúl Reyes seria o "enviado especial das Farc e que o lugar do encontro provavelmente será o Palácio de Miraflores, em Caracas". Reyes afirmou ainda que podem acontecer duas reuniões antes de Chávez se encontrar com o principal líder das Farc, Manuel Marulanda Vélez. O porta-voz da guerrilha reiterou no vídeo que as Farc estão prontas para a troca humanitária envolvendo a ex-candidata presidencial Ingrid Betancourt, membros da polícia e três americanos por 500 guerrilheiros presos, inclusive os extraditados conhecidos como Sonia e Simón Trinidad. No sábado passado, o presidente colombiano, Álvaro Uribe, ratificou a inviabilidade de uma reunião entre Chávez e as Farc em território colombiano. No entanto, Chávez afirmou no domingo que "precisa" se reunir com o líder da guerrilha para avançar na busca por um acordo humanitário na Colômbia.

Tudo o que sabemos sobre:
FarcChávezmediação venezuelana

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.