Revolta em prisão salvadorenha deixa 2 mortos e 28 feridos

Segundo a direção do presídio, a origem da violência se deu por conta da rivalidade entre os dois maiores grupos criminosos do país

Efe

25 de novembro de 2010 | 02h25

SAN SALVADOR - Uma revolta registrada na quarta-feira, 24, na prisão de Apanteos, na localidade salvadorenha de Santa Ana, deixou pelo menos dois mortos e 28 feridos, informou o diretor da penitenciária, Orlando Molina.

"Tivemos o resultado de dois mortos e o total de 27 internos feridos, além de um agente penitenciário", declarou Molina à Radio Nacional El Salvador, que detalhou que os confrontos foram entre internos dos setores 6 e 8 da prisão.

Oito dos feridos foram transferidos para um hospital, enquanto o restante está sendo atendido na clínica do lugar. Uma fonte da direção de Centros Penais explicou que a revolta tem como origem a rivalidade entre os bandos Mara Salvatrucha (MS) e Mara 18 (M-18), as maiores do país e que se enfrentam pelo controle de territórios.

O diretor indicou que a situação está controlada e que houve intervenção de agentes da Unidade de Manutenção da Ordem (UMO) da Polícia Nacional Civil (PNC).

"A UMO está evacuando e movimentando pessoas de um lado a outro, porque também tivemos problemas de destruição das estruturas", indicou Molina, ao assegurar que foi registrada a "destruição parcial de paredes".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.