Revolução socialista cada vez será mais profunda, diz Chávez

Presidente venezuelano avisa que militares seguirão 'intervindo' em milhares de hectares de terrenos ociosos

Efe,

24 de abril de 2009 | 17h13

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, anunciou nesta sexta-feira, 24, que sua "revolução" socialista "será cada dia mais profunda, autêntica e verdadeira", e que está pronta para enfrentar qualquer tentativa de ser detida. Em um ato oficial transmitido para todo país por rádio e televisão, Chávez falou da "revolução agrária" que desenvolve, com a "intervenção de milhares de hectares" de terrenos com a alegação de que estão ociosos ou subutilizados.

 

Veja também:

linkInterpol emite mandado contra opositor, diz Venezuela

 

"E vamos seguir intervindo, há muita terra e galpões (industriais) ociosos", porque "esta é uma revolução", comentou Chávez. O presidente declarou em janeiro de 2004 "guerra contra o latifúndio", e exigiu aos governadores e prefeitos do país a identificação dos terrenos ociosos para recuperá-los, entregá-los a camponeses pobres e fazer com que voltem a produzir.

 

Chávez reiterou nesta sexta-feira que a oligarquia, como seu governo chama a oposição, supostamente possui "meios de comunicação, Prefeituras, e muito dinheiro", que utilizaria para tentar deter seus planos.

Tudo o que sabemos sobre:
VenezuelaHugo Chávez

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.