Sede das Mães da Praça de Maio é invadida em Buenos Aires

Invasores desconhecidos tomam o local; presidente da associação diz que ato é uma 'intimidação às Mães'

Ansa,

12 de maio de 2008 | 14h11

A sede das Mães da Praça de Maio, em Buenos Aires, foi invadida por desconhecidos, informou a presidente da associação, Hebe de Bonafini. Em uma entrevista à rádio AM 530, Bonafini contou que na manhã do dia de domingo, 11, um grupo entrou nos escritórios da sede, "quebrando portas e fechaduras, mexendo no conteúdo das caixas, sem levar nada."    Bonafini, que há mais de 30 anos luta para conhecer o paradeiro dos desaparecidos da ditadura argentina (1976-1983) e punir os culpados, indicou em um comunicado que os invasores desconhecidos "reviraram" o local e que, "não há dúvida de que se trata de um ato para intimidar as Mães."   No começo deste mês, Bonafini já anunciara ter recebido uma carta com uma ameaça de morte entregue na sua casa.  

Tudo o que sabemos sobre:
Praça de MaioBuenos Aires. invasão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.