Segunda família é assassinada no México em menos de uma semana

Sete pessoas de uma mesma família, incluindo três crianças, foram encontradas mortas com suas gargantas cortadas em uma fazenda em Veracruz, no México, afirmou uma autoridade local no domingo.

Reuters

13 de agosto de 2012 | 08h09

Os corpos foram descobertos depois que vizinhos sentiram um cheiro forte vindo da casa, nos arredores da cidade de Manlio Fabio Altamirano, afirmou o gabinete do procurador-geral de Veracruz em comunicado.

O estado de decomposição dos corpos sugeria que as pessoas haviam sido assassinadas no mínimo 72 horas antes de serem encontradas.

Três crianças, de 3, 7 e 9 anos, estavam entre as vítimas, afirmou uma autoridade do governo que pediu para não ser identificada.

Foi a segunda vez em menos de uma semana que uma família foi atacada por supostas gangues do crime organizado. Em 8 de agosto, homens armados mataram cinco pessoas de uma família em Acapulco.

(Reportagem de Michael O'Boyle)

Tudo o que sabemos sobre:
MEXICOFAMILIAMORTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.