AP
AP

Seis cadáveres são encontrados em fossa clandestina em Ciudad Juárez

Cidade é a mais violenta do México; polícia acredita que haja mais corpos no local

19 de março de 2010 | 22h44

Seis cadáveres foram encontrados em uma fossa coletiva no povoado de Samalayuca, a 30 km de Ciudad Juárez, cidade mais violenta do México que faz fronteira com os Estados Unidos, informaram fontes oficiais nesta sexta-feira, 19.

 

Segundo um porta-voz da Procuradoria do estado de Chihuahua, na quinta à tarde a Polícia Ministerial recebeu um telefonema anônimo que alertou sobre a fossa clandestina no deserto de Samalayuca.

 

A polícia, então, iniciou trabalhos de investigação em um terreno próximo a estrada Panamerican, onde encontrou a fossa. Segundo agentes que trabalham no local, uma segunda fossa no mesmo terreno está sendo investiga, onde pode haver mais corpos enterrados.

 

No estado de Chihuahua, em particular em Ciudad Juárez, guangues de narcotraficantes se enfrentam em uma guerra pelo controle do mercado local de drogas e das rotas para os Estados Unidos.

 

Em algumas ocasiões, os bandidos deixaram abandonaram os cadáveres de seus rivais em vias públicas, com mensagens escritas sobre os corpos explicando os motivos dos assassinatos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.