Arquivo/AE
Arquivo/AE

Sem aval para 3º mandato, Uribe lidera pesquisa na Colômbia

Presidente tem 46% das intenções, mas Justiça ainda não decidiu sobre referendo para nova candidatura

REUTERS

17 de fevereiro de 2010 | 17h40

O presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, lidera as intenções de voto para as eleições deste ano, infomou uma pesquisa publicada na terça-feira, 16.

 

Um referendo para que o presidente dispute o terceiro mandato foi aprovado no Congresso, mas ainda depende da liberação da Justiça. Uribe ainda não manifestou oficialmente a intenção de disputar outra eleição.

De acordo com a pesquisa do Centro Nacional de Consultoria, divulgada na noite de terça-feira pelo telejornal CM&, Uribe teria 46%dos votos na eleição prevista para 30 de maio, contra 9% do ex-prefeito de Medellín Sergio Fajardo, 9% do esquerdista Gustavo Petro, e 7% da ex-chanceler Noemí Sanín. 

Num cenário sem ele, o ex-ministro da Defesa Juan Manuel Santos, responsável por importantes vitórias contra as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), ficaria com 18% dos votos, contra 11% de Fajardo. Ambos disputariam um segundo turno. 

No mesmo cenário,  o índice de indecisos chega a 12% e o de votos em branco, a 18%. A pesquisa ouviu 2.000 pessoas em toda a Colômbia, com margem de erro de 2,1 pontos percentuais.

 

Prazo curto

A três meses da eleição, a presença ou não de Uribe na disputa condiciona a campanha. O referendo sobre o terceiro mandato já foi aprovado no Congresso, mas ainda depende de aval da Justiça.

O presidente tem menos de quatro semanas para cumprir um complicado processo necessário para disputar a Presidência outra vez, e isso inclui a eventual convocação do referendo, com a participação de mais de 8 milhões de eleitores, segundo as autoridades.

O Registro Nacional diz que Uribe teria até 12 de março para inscrever sua candidatura. Mas os partidários do referendo afirmam que seria possível realizar a inscrição até o começo de abril.

(Reportagem de Luis Jaime Acosta)

Tudo o que sabemos sobre:
COLOMBIAURIBEPESQUISA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.