Senado argentino veta mineração em geleiras

O Senado argentino aprovou nesta quinta-feira uma lei que restringe a mineração nas geleiras do país. A medida foi elogiada por ambientalistas e criticada pelas mineradoras.

REUTERS

30 de setembro de 2010 | 09h58

Após horas de debate, os senadores acataram as emendas vindas da Câmara e aprovaram o projeto por 35-33 votos.

A presidente Cristina Kirchner, que havia irritado ambientalistas ao vetar uma lei semelhante há dois anos, indicou que desta vez vai sancioná-la. Anteriormente, ela alegava que a medida afetaria o crescimento econômico das províncias.

Analistas dizem que a nova lei tornará muito difícil ou mesmo impossível que a empresa Barrick Gold, maior produtora mundial de ouro, desenvolva o enorme garimpo andino de Pascua Lama, embora a companhia alegue que a lavra a ser explorada não fica numa geleira.

Governos provinciais interessados na mineração ainda podem recorrer à Suprema Corte, argumentando que cabe às províncias administrar seus recursos naturais.

(Reportagem de Helen Popper e Luis Andres Henao)

Tudo o que sabemos sobre:
ARGENTINAGELEIRAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.