Senadora colombiana pede gesto de paz às Farc

Os pedidos da senadora aconteceram durante uma maratona musical organizada pela Prefeitura de Caracas

EFE,

16 de dezembro de 2007 | 03h49

A senadora colombiana Piedad Córdoba pediu neste domingo, 16, às Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) um "gesto de paz", e que o Governo colombiano "fale claramente" sobre a troca humanitária. Os pedidos da senadora aconteceram durante uma maratona musical organizada pela Prefeitura de Caracas que contou com a colaboração de grupos musicais da Venezuela. "Dizemos às Farc que precisamos de um gesto de paz e de solidariedade", disse a senadora. Córdoba também se dirigiu ao presidente Álvaro Uribe e assinalou que o Governo "tem de falar claramente, tem de falar em uma linguagem de paz". "Estamos aqui pela liberdade dos que estão na floresta, mas também dos que estão nas prisões", afirmou. O acordo humanitário envolve em princípio a troca de mais de 40 pessoas nas mãos das Farc por cerca de 50 guerrilheiros da guerrilha presos na Colômbia e nos Estados Unidos. Para que a troca humanitária seja possível, Córdoba assinalou que as Farc poderiam libertar alguns de seus reféns antes do Natal ou do fim de ano como gesto de boa vontade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.