Série de explosões em Bogotá deixa vários feridos

Ao menos seis bombas explodiram durante manifestação de funcionário públicos que mantém greve geral

Efe,

23 de outubro de 2008 | 17h04

Pelo menos seis explosões foram registradas nesta quinta-feira, 23, em diferentes pontos de Bogotá, deixando vários feridos. As explosões que colocaram a cidade em alerta aconteceram no momento em que aconteciam manifestações de funcionários públicos que mantêm uma greve geral.   A Polícia metropolitana da capital colombiana informou que as explosões, que parecem ter sido causadas por bombas de baixa intensidade, aconteceram perto da embaixada do Peru, de dois centros comerciais, de uma unidade militar na zona norte, em um bairro residencial e no centro de Bogotá.   A série de explosões acontece no mesmo dia em que a Polícia desativou seis explosivos na estrada Pan-americana, mais precisamente em um trecho onde ocorria um protesto indígena, no sudoeste da Colômbia.   O comandante da Polícia na região, general Gustavo Adolfo Ricaurte, confirmou que em um posto de parada da estrada, por onde havia acabado de passar a marcha, foram encontrados alguns bujões de gás com explosivos que tinham sido roubados dias antes.   "Hoje encontramos em San Nicolás seis cilindros com as mesmas características dos furtados, que foram armados com cargas explosivas de grande porte", disse o oficial. Ricaurte afirmou ainda que especialistas da Polícia desativaram os explosivos e agora se procura os responsáveis pela instalação dos dispositivos.   (Matéria atualizada às 17h20)  

Tudo o que sabemos sobre:
Colômbia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.