Sete militares colombianos morrem em combate com Farc

Sete militares colombianos morreram nesta quarta-feira em combates com as Farc, no ataque mais sangrento da guerrilha desde que começou em Cuba uma negociação de paz para pôr fim ao conflito interno de quase cinco décadas.

Reuters

13 de fevereiro de 2013 | 21h54

Outros cinco soldados ficaram feridos no confronto que aconteceu em uma zona rural do departamento do Caquetá, no sul da Colômbia, quando as tropas entraram em choque com uma coluna rebelde que pretendia atacar uma cidade da região, afirmou o Exército.

Um comunicado da décima segunda brigada também citou um "número indeterminado" de guerrilheiros mortos e feridos nos combates.

O saldo do enfrentamento reflete a intensificação do conflito na Colômbia desde que em 20 de janeiro venceu uma trégua unilateral de dois meses declarada pelas Farc quando começou o diálogo de paz em Havana.

As autoridades colombianas disseram que não haverá o fim dos combates a menos que as negociações sejam bem sucedidas. O Exército manteve suas operações contra as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia em todo o país.

(Reportagem de Luis Jaime Acosta)

Tudo o que sabemos sobre:
COLOMBIAFARCMILITARES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.