Sobe a 28 número de parlamentares presos na Colômbia

A Corte Suprema da Colômbia ordenou naterça-feira a prisão de um senador suspeito de ligação comesquadrões paramilitares de ultradireita, elevando a 28 onúmero de legisladores detidos por essa razão.Segundo fontes judiciais, os parlamentares fizeram acordos comlíderes paramilitares ou receberam apoio financeiro paraconseguir votos em áreas controladas por essas organizaçõesilegais. A crise provocada pela prisão desses políticos, quase todosaliados do governo, não afetou a popularidade do presidenteÁlvaro Uribe, que obteve em março 82 por cento de aprovação,seu melhor índice desde a posse, em 2002. (Reportagem de Luis Jaime Acosta)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.