Sobe para 17 número de mortos em acidente aéreo na Venezuela

Duas vítimas do acidente aéreo desta semana na Venezuela morreram na terça-feira, elevando a 17 o número de mortos, segundo as autoridades.

REUTERS

14 de setembro de 2010 | 20h00

O ATR 42 da estatal Conviasa caiu com 51 pessoas a bordo a poucos quilômetros do aeroporto de Ciudad Guayana, após um voo iniciado na turística Isla de Margarita, no Caribe venezuelano.

"O acidente já deixou enlutadas 17 famílias, já temos um total de 17 falecidos e 34 feridos", disse na terça-feira o ministro de Transporte e Comunicações, Francisco Garcés, a uma rádio.

Inicialmente, as autoridades divulgaram que havia 15 mortos.

Esse foi o primeiro acidente em seis anos de operações da Conviasa, e as causas ainda são desconhecidas. O presidente Hugo Chávez declarou luto oficial de três dias.

O avião caiu no pátio da siderúrgica Sidor, e testemunhas disseram que vários operários se aproximaram da aeronave em chamas para retirar os feridos.

"Senti um forte temor, saí e vi que no pátio de armazenamento havia caído um avião, não pensei em nada, só em tirar essa gente que aos gritos pedia para ser salva, que lhe tirasse dali", contou o operário Oscar Crespo a uma TV local.

"Tirei-as arrastando como podia, porque muitas tinham braços e pernas fraturados."

(Reportagem de Diego Oré)

Tudo o que sabemos sobre:
VENEZUELAACIDENTEAVIAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.